O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) emitiu Licença Ambiental de Instalação (LAI) para a linha de transmissão de energia elétrica da empresa Coopercocal, no município de Cocal do Sul. A LAI é a segunda de três licenças ambientais obrigatórias e autoriza o início das obras do empreendimento, que possui investimento aproximadamente R$ 15 milhões.

A linha de transmissão 69KV de propriedade da cooperativa possui conexão direta com a Rede Básica de Transmissão pertencente à Eletrosul, diretamente conectada ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

A obra é de extrema necessidade, não apenas para a cooperativa, mas para o desenvolvimento do município, para a população e para os empresários, que poderão usufruir da energia de qualidade em maior quantidade e melhor preço, abrindo portas para a migração de novas empresas; geração de emprego e receita para os municípios da área de atuação.

“Santa Catarina está se preparando para a retomada econômica no pós-pandemia e a oferta de energia é uma das prioridades, pois representa segurança para a ampliação de investimentos e a vinda de novas empresas. Cocal do Sul tem um grande potencial econômico, tendo já grandes empresas instaladas, e agora novos projetos, que irão ampliar a capacidade de emprego e desenvolvimento da região”, disse o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon.

A taxa média de crescimento de demanda da Coopercocal foi de 7,1% nos últimos dez anos, sendo que a demanda máxima total utilizada em 2020 pela cooperativa foi de 22 mega whatts (MW). Assim, com a instalação da nova LT 69KV, a garantia de energia para as próximas décadas fica garantida para área de atuação da Coopercocal.

“O licenciamento ambiental para a linha de transmissão representa um passo importante para que a região possa contar com mais qualidade, segurança e capacidade de expansão da rede elétrica, respeitando as normas e os regramentos ambientais exigidos para essa modalidade”, reforçou o presidente do IMA, Daniel Vinicius Netto.

Com a liberação da LAI, a previsão é de que o empreendimento comece a instalação ainda este ano, com prazo para conclusão e conexão até março de 2023.

A Cooperativa também já está em estudos avançados para diminuir o custo da energia, através da migração da compra de energia para mercado livre, que é uma ferramenta existente no Brasil, onde as grandes empresas e as distribuidoras de energia podem comprar energia de qualquer parte do país através de leilão. Nos últimos oito anos, a Coopercocal investiu mais de R$ 30 milhões em melhorias de distribuição de energia, estrutura física e trabalho social.

Coopercocal nas Comunidades encerra com último encontro nesta quarta (24)

Com informações do Governo de Santa Catarina