O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Cocal do Sul inaugurou a máquina de osmose reversa, nesta quinta-feira, dia 30. O equipamento é responsável por filtrar e gerar água potável para a população, a fim de evitar problemas como a falta d’água. O investimento total da obra girou em torno de R$ 830 mil. “Esta é uma importante obra para o município, que irá suprir em torno de 30% da capacidade do consumo de água; é uma nova tecnologia que irá filtrar a água e irá abastecer nossas casas com ótima qualidade”, destacou o diretor do Samae, Alisson Silva.

O técnico da empresa Acetecno, responsável pelo projeto da máquina de osmose reversa, Carlos Alexandre, explicou que ela serve para remover o flúor da água. “Na região de Cocal do Sul é comum a presença do flúor na água dos poços, e aqui existe um poço que é capaz de abastecer 25% da população, porém ele continha esse flúor, por isso a máquina fará a remoção, evitando que gere doenças às pessoas”, esclareceu.

Carlos afirmou que o município é pioneiro no Brasil na implantação de uma máquina de osmose utilizada no poder público. “A água passa por uma bomba, em seguida passa por um filtro que tem a função de proteger as membranas, que são responsáveis por remover o flúor da água, ao final, passa por uma tubulação e está pronta para consumo”, detalhou o responsável pelo projeto.

Colaboração: Amanda Farias / Assessoria de Comunicação