A regional Sul da Federação das Industrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) realizou no dia 14 a primeira reunião sob o comando do novo vice-presidente regional, José Carlos Sprícigo, com a presença dos representantes dos Sindicatos Patronais da indústria da região, conselheiros e diretores da FIESC e ainda representantes do SENAI, CIESC e IEL. O encontro também marcou o retorno das reuniões presenciais, atendendo os protocolos de segurança contra o coronavírus.

Na abertura da reunião, Sprícigo apresentou um panorama regional da FIESC, com dados sobre os sindicatos, postos de trabalho, produção e balança comercial. Na sequência, a gerente executiva do SESI em Criciúma, Graziela da Silva Branco, apresentou o planejamento do SESI e SENAI nas áreas de saúde e educação. Uma das novidades é o serviço de telemedicina, disponível para as empresas ligadas à FIESC.

Sprícigo falou mais detalhes sobre o assunto em entrevista no Comando Marconi. Ouça:

 

Também foi apresentado o plano de ampliação de vagas para os cursos técnicos e profissionalizantes do SENAI, principalmente na área de tecnologia. Essa ampliação vem ao encontro do que pedem os  sindicatos, visando o fortalecimento da formação técnica, bem como dos cursos de curta duração. Uma das ações é a parceria com prefeituras, para instalação da Escola Móvel nas cidades da região, garantindo de forma ágil capacitação de profissionais para atendimento à demanda da indústria.

Finalizando a pauta, os representantes do setor reforçaram a criação de uma pauta de mobilização e sensibilização do setor por reformas e desenvolvimento econômico. “Há uma preocupação dos industriais em tornar a nossa indústria cada vez mais forte, trazendo uma pauta atual, defendendo as reformas tributária e administrativa, bem como uma maior consciência e responsabilidade em potencializar a indústria, trazendo jovens que queiram empreender e acreditem na indústria”, salientou José Carlos Sprícigo.

Colaboração: Ana Sofia Schuster / Assessoria de Comunicação