Um trabalho que teve início em julho se concretizou na noite desta segunda-feira, 20. Diversos fumacenses se formaram em três cursos de capacitação profissional através da parceria do Governo Municipal de Morro da Fumaça com o SENAI, que possibilitou a instalação da primeira Escola Móvel do estado na cidade.

Diante de lideranças, como o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, o prefeito Noi Coral, o vice, Eduardo Sartor Guollo, do deputado estadual, Rodrigo Minotto, o presidente da Cermoful, Rudy Recco e do Legislativo, Luciano Formentin, entre outros, eles receberam o certificado e estão prontos para atuar no mercado de trabalho da cidade.

Os cursos promovidos nestes últimos meses foram de Costureiro Industrial, Soldador e Tecnologias Aplicadas na Indústria de Plásticos, todos definidos após encontro do prefeito Noi Coral e do vice Eduardo Sartor Guollo com empresários dos mais variados setores.

“Sempre que nos capacitamos, oportunidades aparecem e ajudamos a construir a cidade que queremos”. A frase é do vice-prefeito Eduardo Sartor Guollo para ilustrar um pouco sobre a importância da educação e como ela contribui com as pessoas e com a cidade como um todo. “Faço o que acredito, e acredito na educação. Fiz cursos de qualificação, me formei em Administração, fiz pós-graduação e todo o momento que me esforcei para fazer um curso, uma oportunidade apareceu. Precisamos a cada dia que passa firmar mais parcerias para trazer mais cursos para Morro da Fumaça. Este caminho que começamos em 2021 vai continuar pelos próximos três anos. São oportunidades para os fumacenses e para que as empresas tenham mão-de-obra qualificada.

Nos últimos quatro anos, Morro da Fumaça foi preparada para atrair novos investimentos com a melhoria da infraestrutura, educação, saúde, municipalização da água. Agora o foco se volta para o desenvolvimento econômico, tendo como uma das ações a capacitação da mão-de-obra. “Estes fumacenses são privilegiados por conquistarem este certificado. O que o Governo Municipal está fazendo é dar a oportunidade para que a população tenha uma qualidade de vida melhor, e a educação é um dos caminhos. E como a nossa administração é feita a várias mãos, o Eduardo ficou à frente destes projetos. Ele tem toda a capacidade e inteligência para isso e a parceria com o SENAI foi intermediada por ele. A realização destes cursos, inclusive, é mais um passo destes projetos visando a melhoria da economia fumacense”, pontuou o prefeito.

Além de direcionar o seu discurso aos formandos, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, também falou aos professores. “Os professores e as professoras são libertadores. Libertam a nossa alma e o nosso ser. Estou em um município que se uniu para qualificar por meio de uma instituição tão responsável que é o SENAI. Capacitar para melhorar famílias, cidades. Se vocês tivessem que escolher ser feliz ou bilionário, o que queriam ser? O bem para a vida é ser feliz. Hoje vocês deram um passo importantíssimo, porque a educação que os professores compartilham com vocês é libertadora. Quando uma coisa é única ela se torna cara, e cada um de nós é uma obra prima de Deus, uma obra prima que tem que melhorar a cada dia”, enfatizou.

Parceria de sucesso

A parceria entre SENAI e Município e as oportunidades criadas pela qualificação foram destacadas pela gerente executiva do SENAI na Regional Sul, Graziela da Silva Branco. “Toda a nossa gratidão a Morro da Fumaça por ser o piloto na Escola Móvel SENAI. Um pioneirismo onde o SENAI vai ao município, estuda em conjunto quais as necessidades de cursos para serem implantados. Melhorar a vida das pessoas através da educação, do conhecimento, é algo que ninguém nos tira. Ninguém vai tirar o conhecimento adquirido por estas pessoas ao longo desses três meses. Lá no primeiro dia, todos tinham um sonho, melhorar a posição dentro da empresa, buscar o primeiro emprego, abrir o seu negócio e vocês permaneceram fiéis ao propósito lá do primeiro dia”, falou Graziela, se direcionando aos formados.

Também presente na formatura, o vice-presidente Regional Sul da Fiesc, enfatizou a economia do Sul do estado e o momento vivido por Morro da Fumaça, que é a terceira cidade em geração de empregos na Amrec em 2021. “Temos um movimento em Santa Catarina pela educação que oportuniza as pessoas buscarem emprego e as empresas oferecem vagas e notamos que estamos muito aquém dos países europeus em formação técnicas. Temos países com mais de 80% de formação técnica, no Brasil é 18% e isso preocupa. Hoje temos uma formação voltada para a graduação antes do ensino técnico, mas com o ensino técnico vai ter uma graduação até melhor. Todos estes formandos estão dando um passo importante. Parabenizo Morro da Fumaça, através dos seus gestores, por serem pioneiros e abrir as portas para o SENAI. Continuem, os estudos são pela vida toda, sempre buscando aperfeiçoamento. Este município vem crescendo muito, Morro da Fumaça é o terceiro maior gerador de empregos da Amrec, um município que segue se desenvolvendo e a população se capacitando”, citou.

Colaboração: Marciano Bortolin / Assessoria de Comunicação