Foi protocolado um pedido de cassação de mandato do prefeito afastado de Urussanga, Luis Gustavo Cancellier. O pedido foi feito nesta quarta-feira (15) e foi assinado pelo ex-vice-prefeito, Luiz Henrique Martins, e pelo ex-suplente de vereador, Júlio Bonetti. O protocolo foi entregue a Câmara de Vereadores. O pedido de cassação é devido ao indiciamento do prefeito afastado pela Polícia Federal decorrente da Operação Benedetta (saiba mais acessando aqui). O pedido será votado no Legislativo e é necessário ter, no mínimo, seis votos a favor da cassação do mandato de Cancellier.

Confira abaixo o pedido assinado pelos dois representantes:

 

O presidente da Câmara, Odivaldo Bonetti (PP), concedeu entrevista ao Giro Final e deu mais detalhes da protocolação do pedido. Conforme o vereador, o Legislativo recebeu o pedido de cassação e agora será realizada uma reunião da Mesa Diretora, que está marcada para esta segunda-feira (20). Uma comissão será formada para que sejam analisados todas as informações necessárias. Os trâmites levem em torno 90 dias para que ocorra a votação de cassação ou não. Ouça na íntegra:

 

Da Redação