As escolas municipais de Cocal do Sul retornarão com as aulas 100% presenciais a partir de segunda-feira, dia 30. De acordo com a secretária municipal de Educação, Raquel Romagna Quarezemin, a retomada das aulas sem escalonamento passou por uma série de etapas de planejamento. “A comissão escolar se reuniu com cada diretora para adequar os documentos com a quinta versão do Plancon, e a partir desse documento e com as escolas organizadas estaremos dando início às aulas totalmente presenciais”, afirmou.

Até então, as turmas haviam sido divididas em dois grupos. A partir de agora, tudo voltará a normalidade, porém as instituições de ensino irão seguir todas as normas estabelecidas pela última atualização do plano de contingência, a fim de garantir segurança a todos os alunos e profissionais da educação, com o distanciamento social, uso de máscara e álcool em gel.

A secretária Raquel deu mais detalhes sobre a retomada das aulas presenciais em entrevista ao programa Comando Marconi. Ouça na íntegra:

 

Professores da Educação Infantil são capacitados

Aconteceu nesta quarta e quinta-feira, dias 25 e 26, a segunda etapa de formação para os professores da educação infantil de Cocal do Sul, com a profissional Schirlei Gomes Broch Heleodoro. O objetivo foi trabalhar com os grupos sobre os direitos fundamentais das crianças e a relação com os direitos de aprendizagem, a partir dos documentos do MEC.

“A formação para os professores da educação infantil é de extrema importância para o desenvolvimento de práticas pedagógicas que respeitem os bebês e as crianças”, ressalta a secretária de educação.

Educação implanta projeto “Fono na Escola”

O município de Cocal do Sul possui nove instituições de educação infantil distribuídas entre os principais bairros. Pensando em melhor atender a todas as crianças, a Secretaria de Educação irá implantar o projeto “Fono na Escola”, atendendo duas creches por semana no período vespertino.

Com o projeto, serão realizadas atividades para estimular a linguagem oral, audição e motricidade orocafial através do lúdico, música e interação com crianças. “Para as crianças a partir de três anos, serão realizadas discussões dos temas propostos e estimular hábitos saudáveis”, comenta Raquel. Ela acrescenta que como estratégias, serão feitas rodas de conversa, música, dramatização e atividade lúdica. O trabalho será desenvolvido pelas fonoaudiólogas Carina Maccari de Andrade e Júlia Francisco de Souza.

Colaboração: Amanda Farias / Assessoria de Comunicação