A Ação Civil Pública do Carvão será discutida em reunião com os prefeitos da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec). A Ação tem o objetivo de recuperar as áreas ambientais danificadas pela extração do carvão. De acordo com o segundo vice-presidente da Amrec e prefeito de Cocal do Sul, Fernando De Fáveri, existem cerca de 6.500 hectares de terra parados em virtude da degradação ambiental do carvão. “O que nós buscamos com os 12 prefeitos da Amrec é achar as soluções para que a gente possa ativar esses terrenos, fazendo a recompensação ambiental, recuperando essas áreas degradadas e fazendo com que elas sejam utilizadas”, explicou.

O programa Comando Marconi tratou sobre o assunto em entrevista com o prefeito De Fáveri. Ouça na íntegra:

 

O vereador de Criciúma, Márcio Darós, presidente da Comissão Especial Temporária do legislativo criciumense também falou sobre a Ação Civil Pública do Carvão. Em entrevista ao Comando Marconi, o parlamentar falou sobre os trabalhos desenvolvidos pela comissão. Confira na íntegra:

 

Da Redação