Investir em campanhas de prevenção na agricultura. Esta é uma das possíveis soluções para os produtores rurais com a decorrência de eventos climáticos, como é o caso da estiagem que o estado vem passando. De acordo com o Boletim Hidrometeorológico Integrado realizado pela Defesa Civil, o mês de julho registrou chuvas abaixo da média em Santa Catarina. Conforme o gerente regional da Epagri em Criciúma, Edson Borba Teixeira, investir em meios de prevenção, como reservatórios de água, podem contribuir para que as produções não sejam prejudicadas com a estiagem.

Segundo Teixeira, os meses do inverno são sempre marcados por pouca chuva. “O que atenua um pouco a situação é que geralmente essa época as plantas não estão em pleno desenvolvimento e crescimento. Normalmente, muitas das culturas estão no período de entressafra, iniciando agora a brotação nesse período de inverno, então há um crescimento menor das plantas. Por isso também os efeitos da estiagem são um pouco menores”, explicou.

Edson ressaltou que a Secretaria Estadual de Agricultura lançou recentemente os Programas de Resiliência Hídrica, no qual o produtor rural pode contar com financiamentos para o investimento em sistemas de armazenamento de água. Teixeira comentou que o agricultor interessado pode buscar mais informações através da Epagri. “É comum essa situação, todos os anos vamos passar esses momentos, tanto de estiagem como de excesso. Na nossa região, se formos pegar ao longo do ano, nós não temos problemas de escassez, de falta de água, o que temos é a má distribuição dessa chuva”, afirmou o gerente regional da Epagri.

Confira mais detalhes na entrevista completa realizada para o Comando Marconi com o gerente Edson Borba:

 

Da Redação