O Agosto Lilás, mês de conscientização e combate contra a violência contra a mulher, foi lembrado pela vereadora Giovana Mondardo (PCdoB) na sessão de ontem (2), em Criciúma. A parlamentar fez lembranças sobre leis e desrespeitos que já sofreu em sua trajetória política.

De acordo com Giovana, as Leis de combate às violência não podem ficar esquecidas. “Ao todo, Criciúma tem quase 10 Leis com caráter prático sobre violência contra a mulher. A última de minha autoria que cria a Política de Prevenção e Combate a Violência Doméstica e Intrafamiliar. Não podemos fechar os olhos para isso. Lei para as mulheres não é para ficar na gaveta de homem, é pra ser cumprida”, pontuou a vereadora.

Em sua fala, a vereadora fez questão de lembrar dos 15 anos da Lei Maria da Penha. “É uma lei cada vez mais necessária para proteger a vida das mulheres. É uma das três principais leis que tratam o tema no mundo, com a inovação de não apenas punir o agressor, mas criar grupos de conscientização”, destacou.

Nos próximos dias, um requerimento solicitando informações sobre aplicação de Leis contra a violência contra as mulheres será protocolado na Câmara de Vereadores de Criciúma. O Comando Marconi abordou sobre o assunto em entrevista com Giovana. Ouça na íntegra:

Colaboração: Giovane Marcelino / Assessoria de Comunicação