O juízo da 1ª Vara Criminal da comarca de Criciúma condenou dois homens, de 45 e 39 anos, pelo latrocínio de um idoso de 62 anos, ocorrido em janeiro deste ano. As penas somadas alcançam 50 anos de prisão.

Segundo a denúncia, o crime ocorreu no bairro Operária Nova, quando os dois acusados teriam aceitado realizar um programa sexual na casa da vítima. Após um desacordo sobre o pagamento do serviço e já com o intuito de subtrair bens, teriam se aproveitado de que o idoso estava de costas e o estrangulado com um fio de extensão elétrica.

A dupla fugiu do local com diversos itens subtraídos. A vítima foi abandonada com braços e pernas amarrados com fios e um cinto. Além disso, no mesmo dia, os agressores teriam vendido o celular da vítima para um casal.

Os dois réus foram condenados por latrocínio, respectivamente, a penas de 30 anos e 20 anos de reclusão, em regime inicial fechado. O direito a recorrer em liberdade foi negado para ambos. Quanto ao casal que adquiriu o celular roubado da vítima, ambos foram condenados a um ano de reclusão, em regime aberto, e ao pagamento de 10 dias-multa, pelo crime de receptação

Com informações do Poder Judiciário de Santa Catarina