O longa-metragem ALBERTINA de direção geral do urussanguense Luiz Fernando Fernandes Machado foi destaque no World International Cinema Awards, em Los Angeles/EUA. O filme foi gravado no município de Imaruí e conta a história da beata Albertina Berkenbrock. A obra foi premiada em cinco categorias, como: melhor longa-metragem, melhor roteiro longa estrangeiro, melhor cinematografia longa estrangeiro, melhores atrizes longa estrangeiro e melhor montagem de longa-metragem. As irmãs Suieny e Jhulieny Espíndola, que interpretam Albertina, foram as melhores atrizes. Chico Caprario recebeu o prêmio de melhor roteiro. Luiz Fernando foi reconhecido com o prêmio de melhor montagem de longa. (saiba mais sobre o filme aqui)

ALBERTINA já havia sido premiado como o melhor longa-metragem no Festival de Cinema do Detective Crime Thriller, também em Los Angeles, em maio. Além disso, o filme catarinense ainda está concorrendo há outros prêmios internacionais, como na França, Nova York, Espanha e em prêmios nacionais (acesse e saiba sobre os prêmios do longa).  O programa Comando Marconi abordou sobre o assunto em entrevista com Luiz Fernando. Ouça mais na íntegra:

 

Sinopse de ALBERTINA

No início do século XX no interior do município de Imaruí, no estado de Santa Catarina, nasce uma alma cristã que persiste crer na bondade humana, mesmo diante das iniquidades deste mundo.

Ela é ALBERTINA, filha de colonos descendentes de alemães católicos, mesmo em tenra idade, na fé ela encontra a serenidade e o conforto espiritual.

Sua vida é uma resposta e incontestável proposta aos infortúnios e desafios da sociedade em todos os tempos. Seu carisma e testemunho atraem o que há de melhor no ser humano, mas também o que pode existir de pior.

Confira o trailer do filme a seguir:

Assista ao filme completo comprando a obra aqui.