Foram encontrados 11 escorpiões-amarelos em uma residência no bairro Próspera, em Criciúma. A equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) se deslocou para a residência da moradora após uma ligação de chamado. “Tudo que coletamos levamos para Regional de Saúde de Criciúma para análise”, afirma a coordenadora do CCZ, Simone Cristina da Cruz.

“Pedimos para que se alguém encontre um escorpião na região onde mora, nos ligue que nós vamos até o local”, completa a coordenadora. A cidade já não registrava encontros de escorpião-amarelo há sete meses. Manter os terrenos limpos, sem acúmulo de materiais como madeira, telhas, pisos e lixo, previne insetos que servem de alimento para o escorpião.

O programa Giro Final abordou sobre o assunto em entrevista com Simone. Ouça na íntegra:

 

Colaboração: Thais Borges / Decom