A equipe jurídica de defesa do Prefeito de Urussanga, Luiz Gustavo Cancellier, que está afastado do cargo por conta da investigação relacionada à má aplicação de recursos públicos, encaminhou ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região a solicitação para seu retorno as atividades. A Operação Benedetta, realizada pela Polícia Federal, aconteceu no dia 20 de maio deste ano. Desde então, uma medida cautelar do TRF da 4ª Região afastou o prefeito e outras servidores de suas funções por tempo indeterminado.

Conforme o advogado Bruno Carminatti Cimolin, o pedido para a revogação da medida cautelar foi entregue no início deste mês de julho. Conforme o repórter Rafael Niero, o documento foi encaminhado ao desembargador do inquérito, que tramita no TRF da 4ª Região pelo fato do prefeito ter foro privilegiado, e será analisado pelo Ministério Público Federal, retornando ao desembargador para a decisão final. Até o momento a defesa não recebeu a resposta do pedido.