Pais e responsáveis vem demonstrando preocupação referente a segurança dos alunos na Escolas de Ensino Fundamental Lucas Bez Batti, localizada na comunidade de Santana, em Urussanga. De acordo com um dos pais, Luis Fernando Cossettin Ramos, o muro que cerca a instituição é muito baixo, facilitando a entrada de pessoas desconhecidas no local. Além disso, a escola possui três portões, sendo que o portão de trás foi furtado no início deste ano. A preocupação se tornou mais evidente após o atentado a uma creche em Saudades, no oeste catarinense, em maio.

Luiz Fernando Cossettin Ramos

Nesse sentido, em conversa com o diretor da escola, Luiz Fernando disse que entrou em contato com a coordenadoria Regional de Educação de Criciúma. A responsável auxiliou o pai para que fizesse um ofício junto a diretoria da escola constando assinaturas dos pais dos alunos matriculados solicitando o pedido de maior segurança. De acordo com Luiz Fernando, não foi passado nenhum tipo de prazo para que o pedido fosse analisado. Com isso, após conversas com um funcionário da Regional de Educação, foi dito que não havia necessidade de fazer o ofício, o que gerou um conflito de informações.

“Só se faz um ofício quando vem um engenheiro e recusa a obra, aí sim, faz um ofício, recolhe as assinaturas e manda para o estado para a solicitação de alguma verba para fazer essa obra. Então, ele passou para mim que teríamos que fazer um cadastro no SICOP (Sistema Integrado de Controle de Obras Públicas) solicitando a obra e o portão. Segundo o diretor, no mesmo dia que eu conversei com o funcionário, foi feito o cadastro no SICOP, foi aprovado a colocação do portão, estão esperando um engenheiro, e na segunda-feira (5) passada, o diretor também me confirmou que foi feito a cadastro da obra no SICOP, e segundo a Regional de Criciúma, foi aprovado. Mas a questão deles aprovarem ali em Criciúma não quer dizer que a obra vai ser feita, a aprovação é só para ir um engenheiro ir até a escola”, explicou Luiz Fernando.

O representante também completou que os pais e responsáveis da Escola Lucas Bez Batti esperam que seja dado o prazo estipulado para as melhorias no local. Atualmente, a instituição possui com 3.580 metros quadrados que atendem 98 alunos. Além disso, de acordo com Luiz Fernando, o muro que cerca a escola da rede estadual possui somente 1 metro de altura. Saiba de mais detalhes sobre o assunto em entrevista com Luiz Fernando para o programa Comando Marconi. Ouça:

 

 

Da Redação