A restauração da SC-445, Genésio Mazon, vem sendo debatida pelo setor de infraestrutura do estado. De acordo com o Superintendente de Infraestrutura Estadual, Dagoberto Arns, a equipe realizou um levantamento no trecho para avaliação da intervenção de obras de recuperação. A expectativa é que dentro de dois a três meses sejam feitas algumas intervenções na estrada. “É uma intervenção descontinuada, não é um projeto final, tem que fazer outro projeto para depois realizar a intervenção mais pesada. Mas nesse momento somos obrigados a intervir, que não é uma conserva rotineira normal, mas é uma estruturação um pouco maior”, comentou Arns.

Segundo o superintendente, a intenção é remover de 30 a 40% da camada asfáltica para que seja refeito o trecho. “É um trabalho de fresa, retirando uma parte da espessura dessa capa onde está mais comprometido para colocar uma nova capa e depois finalizar a rodovia como um todo”, explica sobre o trabalho planejado para os próximos meses na SC-445.

O programa Comando Marconi entrevistou Dagoberto Arns para tratar sobre os futuros projetos para as rodovias estaduais da região. Ouça a entrevista completa:

 

SC-108

O superintendente frisou que está sendo desenvolvido um projeto para duplicar a SC-108, no trecho que liga Criciúma a Urussanga, passando por Cocal do Sul. De acordo com Arns, o projeto estará totalmente concluído já para o final de agosto desse ano. Referente a Cocal do Sul, o responsável disse que o trânsito não passará pelo centro do município, ficando este apenas para trafego local.

Da Redação