A Campanha Sul Solidário vai promover uma mobilização em torno da arrecadação de alimentos, kits de higiene, produtos para bebês, fraldas descartáveis e outros materiais. A iniciativa inicia nesta quarta-feira (12) e está sendo organizada há cerca de 30 dias. A campanha reúne os clubes de serviços, instituições de ensino, empresariais (ACIC e CDL), civis e militares de toda a cidade de Criciúma com o objetivo de, unidos, fazer uma grande mobilização pela doação. Ao todo, serão 12 pontos de arrecadação, instalados em vários pontos do município.

A ação foi idealizada por lideranças que representam estas instituições, incluindo ainda o Forcri, que reúne também as lojas maçônicas, e o grupo multi-institucional liderado pela Cruz Vermelha e órgãos da segurança pública, que já realizam tradicionalmente campanhas para arrecadação de roupas e donativos todos os anos. “Este grupo tem por objetivo maximizar as funções, ideias e ações de ajuda humanitária frente ao cenário que estamos vivendo. Todos empenhados numa única causa e com uma única bandeira que é a ajuda”, explica o empresário Carlos Roberto Rodrigues, que representa os lojistas do Metropolitan Mall.

Saiba mais na entrevista completa com Carlos Roberto para o programa Comando Marconi:

 

Neste sábado (15), o grupo deve fazer um dia de lançamento na Praça Nereu Ramos. Durante esse período, todas as entidades participantes estarão mobilizadas para arrecadar o maior número possível de donativos. A campanha segue até o dia 12 de junho. As doações podem ser feitas nos postos de arrecadação ou através de contato com as instituições integrantes do projeto.

Conforme o integrante da equipe multi-Institucional, policial Almir Fernandes, as doações serão encaminhadas às famílias cadastradas e também para pessoas que passam por dificuldades em função da pandemia. “Diante da crise, muitos estão em igual condição de necessidade, por isso, também em igual condição de mobilização, a equipe multi-Institucional, irá disseminar outros vírus, o da fé, da esperança e da solidariedade”, destaca Almir Fernandes.

Já o representante do Rotary de Criciúma, Luis Antônio Antonini, explica que a campanha reforça o papel da entidade, que tem por objetivo prestar serviços humanitários e promover os valores éticos à sociedade. Para a representante da Comissão da Mulher Advogada da OAB Criciúma, Neura Maria Corrêa Costa, a entidade entende que precisa lutar contra a fome, pois este direito não pode esperar. “Pensamos na dignidade humana”, salienta a advogada.

Postos de Coleta

  • 28° GAC;
  • C. Próspera;
  • Polícia Civil/Detran;
  • UNESC/ DCE;
  • Colégio Marista;
  • Rotary Clube;
  • SATC;
  • OAB e CAASC;
  • ESUCRI;
  • SESC;
  • Plurall Coworking;
  • Metropolitan;
  • Criciúma Esporte Clube;
  • ACIC;
  • Defesa Civil;
  • Rio Maina – Posto da Polícia Militar, Mercado Laranjinha, Mercado Scarmagnani, Academia Fastway Fit e Academia Luizes Fitness);
  • Colégio Michel;
  • IGP;
  • Corpo de Bombeiros Militar de Criciúma;
  • Fórum de Justiça Criciúma.