A prática de esportes ou atividades físicas são cruciais para a saúde das pessoas, no entanto, o exercício pode causar lesões musculares. Com a pandemia da Covid-19 e as restrições do isolamento, muitos diminuíram ou deixaram de fazer as atividades. Após passar esse tempo sem a prática, ao retornar, há chances de se lesionar durante os exercícios. É recomendado procurar um médico ortopedista caso sofra lesões, para que seja evitado futuras sequelas.

O médico ortopedista, especialista em medicina esportiva, e chefe da equipe de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Dona Helena, de Joinville, doutor Vitor Corotti fala sobre o assunto no Ponto de Encontro. Ouça:

 

O especialista explica que a lesão mais comum causada pela prática esportiva é a muscular. Dentro dos traumas, o entorse do tornozelo é o principal, além de lesões nos joelhos e travamento de coluna. Algumas pessoas também podem lesionar o menisco – segundo o doutor Vitor, é uma estrutura que tem a principal função de proteger o impacto entre o fêmur e a tíbia – devido a determinadas atividades ou movimentos repetitivos.

“Realmente o peso é um dos fatores de gravidade. Mas eu considero o grande vilão a falta do músculo. A gente vê pessoas magras que têm lesões, e têm pessoas que são obesas e que não têm essas lesões. A diferença é que algum desses obesos tem uma qualidade muscular boa e esses com menos peso tem uma musculatura fraca”, explicou sobre a relação do peso com essas lesões.

O especialista ressalta que é necessário observar a intensidade do esporte em que se deseja praticar. O ortopedista recomenda realizar atividades como hidroginástica, pilates, natação, musculação e afins antes de retornar ao esporte de impacto ou de competição. A ação contribui no ganho de musculatura suficiente para a realização das práticas esportivas desejadas.