O Projeto de Lei que reconhece e declara como essenciais, em Urussanga, as academias, clubes e espaços para a prática de esporte, treinamento e atividade física de todas as modalidades foi aprovado no legislativo. A iniciativa é de autoria do vereador Thiago Mutini (PP). De acordo com a lei, fica permitida a abertura dos espaços mesmo que seja declarado situação de emergência ou calamidade pública em decorrência da Covid-19.

Mutini comentou o porque elaborou o projeto. “O esporte sempre foi minha principal bandeira, pelo fato de ser formado em educação física, e por ter sido diretor de esporte por três anos”, destacou. Em 2017, foi criado o Conselho Municipal de Esporte na Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec). O vereador afirmou que conversou com algumas pessoas que já foram diretores de esportes sobre a lei proposta. No início, de acordo com Mutini, houve receio a respeito das restrições devido a Matriz de Risco Potencial da Covid-19. “Só que a gente tinha que dar alguma resposta às pessoas do ramo do esporte”, afirmou o vereador.

A principal força, conforme Mutini, para levar o projeto para frente, foi pressionar em um bom sentido, o Governo do Estado para que fosse feita a flexibilização sanitária em relação à atividade física. O município de Criciúma também contribuiu com a iniciativa e serviu como inspiração para a elaboração do projeto de lei. Para ser aplicado em Urussanga, algumas adaptações foram realizadas para ser acessível com a realidade dos munícipes urussanguenses.

“Sabemos que a prática regular e orientada de exercícios físicos tem um impacto tanto na prevenção, tratamento e recuperação de doenças”, afirmou o vereador. Mutini acrescentou que a atividade desportiva também auxilia na qualidade de vida das pessoas, principalmente durante a pandemia, período no qual a rotina da população em geral mudou. O projeto foi aprovado no legislativo nesta semana, o vereador afirmou que estará conversando com o chefe do executivo, Gustavo Cancellier, para que seja assinada e colocada em prática a lei em Urussanga. Mutini lembrou que mesmo com a aprovação, será respeitado a diretriz e decretos do estado.

Ouça a entrevista completa de Thiago Mutini concedida ao programa Comando Marconi:

 

Da Redação