O vereador Luan Varnier (MDB) elaborou um Projeto de Lei (PL) que cria a semana de conscientização de combate ao feminicídio, no qual foi aprovado pelo Legislativo urussanguense. No entanto, o vereador Elson Roberto Ramos (MDB) (o Beto) acusou o PL de Varnier de ter semelhanças – durante sessão na câmara – com um outro projeto de sua autoria elaborado em 2013. Para  Varnier, a discussão feita por Beto não é sobre o projeto em si, mas em relação a sua pessoa.

Varnier explica que os projetos se diferenciam, começando pela essência. A Lei do Feminicídio foi implantada no Código Penal Brasileiro apenas em 2015, algo que, segundo o vereador, já distingue da lei apresentada por Beto, pois em 2013 não havia conhecimento do termo para a elaboração da iniciativa. “O que a gente está discutindo aqui nesse momento, infelizmente, não é o projeto, é a pessoa que propôs o projeto, que sou eu, vereador Luan. Se fosse outro vereador que tivesse proposto não estaria dando tanto problema como está dando entre eu e essa parte”, afirmou Varnier.

As datas estabelecidas pelas duas propostas também são diferentes. De acordo com Varnier, a semana em que está prevista para a realização da campanha é de 8 a 14 de março. A da iniciativa de Beto é no mês de dezembro. “Eu não considero semelhante, tem uma coisinha ou outra, mas não tem semelhança nenhuma, porque a gente fala em março a conscientização. Além disso, fica o meu compromisso com a população, nós vamos colocar esse projeto em prática, ele não vai ser engavetado”, ressaltou o vereador.

Ouça a entrevista na íntegra com o vereador Luan Varnier para o programa Comando Marconi:

 

Varnier ainda falou: “Essa revolta do vereador Beto é a seguinte, já que ele nunca esclareceu para a população eu vou esclarecer. A realidade é que se acentuou esse problema desde dezembro, quem acompanha sabe. Primeiro que ele não aceita até hoje que eu fiz mais votos que ele”.

Confira a sessão completa do legislativo desta terça-feira (13). O vereador Elson fala sobre a cópia do projeto a partir da minutagem 15:45. A outra ocasião mencionada sobre projetos semelhantes na câmara envolvendo Zé Bis e Luiz Henrique pode ser conferida aqui.

Veja os projetos elaborados por ambos vereadores:

 

A Rádio Marconi reitera que foi dado espaço para que Elson Roberto pudesse esclarecer sobre a situação, mas não foi obtida resposta no horário marcado para a entrevista. O vereador entrou em contato com a produção após o horário e disse que por conta de um imprevisto não conseguiu participar da entrevista.

Da Redação