O Dia Mundial da Saúde é comemorado no dia 7 de abril. Mesmo após um ano do início da pandemia da Covid-19 no Brasil, há inúmeras regiões que apresentam situação crítica, seja em números de casos, de mortes, e do cenário observado em hospitais lotados. “Hoje, no Dia Mundial da Saúde, que as pessoas tenham consciência do que está acontecendo. Pode não estar acontecendo com a sua família, mas amanhã pode acontecer com você e a sua família, com alguém que você gosta muito, com um amigo muito querido e é muito triste”, comenta a coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Macrorregional Sul de Saúde, enfermeira Ângela Rosso.

Com as dificuldades enfrentadas por profissionais da área de saúde, muitos se sentem esgotados durante a jornada de trabalho. A alta de casos ativos e a taxa de óbitos diárias preocupam a todos, essencialmente aqueles que estão diariamente em contato com essas situações. “A gente sabe que é a nossa missão, a gente tenta recarregar as nossas energias para seguir em frente. Uma boa qualidade de vida envolve também uma boa alimentação, qualidade de sono e atividades físicas, isso nos dá força”, ressalta a enfermeira.

Confira a entrevista completa com Ângela Rosso durante o programa Comando Marconi no Dia Mundial da Saúde. A profissional falou sobre o importante simbolismo da data em meio a atual situação, no momento da chegada das vacinas e sobre uma boa qualidade de vida durante esta fase.

Ouça:

 

Da Redação