Já é comprovado que a atividade física traz inúmeros benefícios para a saúde e, em tempos de pandemia, ela se tornou essencial para a saúde mental, autoestima e até mesmo para ajudar a fortalecer o sistema imunológico.

Para as comorbidades crônicas não transmissíveis uma rotina que inclui exercícios físicos é fundamental. Pensando nisso, o Correndo pelo Diabetes, organização sem fins lucrativos, desenvolveu programas que têm como objetivo estimular a prática regular de atividade física como ferramenta de promoção da saúde e inclusão da pessoa com diabetes.

Uma equipe multidisciplinar faz o acompanhamento do participante e desenvolve com ele programas personalizados de atividade física. Também são disponibilizadas aulas de Yoga, de fortalecimento muscular, rodadas de educação em diabetes e acompanhamento de treinos específicos com acompanhamento de educador físico. “O Correndo pelo Diabetes precisa ser ampliado e, por isso, estamos estudando a inclusão de outros esportes a fim de comportar os diferentes gostos por práticas de atividade física”, comenta o fundador e CEO do CPD, Bruno Helman.

Ouça a entrevista realizada no programa Ponto de Encontro clicando no player abaixo:

 

Desde a fundação, em 2018, mais de 2 mil pessoas já foram impactadas pelo Programa, que oferece ainda assistência de médicos, nutricionistas e psicólogos. “Precisamos entender a saúde de forma global”, enfatiza Helman.

Pacientes do SUS: Pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) e seus familiares também são beneficiados pelo CPD, que oferece bolsas integrais de atividade física multidisciplinar.

“Neste caso, fomos além da atividade física, pois entendemos que a ‘correria’ que envolve o diabetes é bem mais ampla. Já arrecadamos mais de R$ 60 mil que se transformaram em cestas básicas contendo alimentos, produtos de limpeza, tiras de glicemia e seringas. Conseguimos – até o momento – beneficiar mais de 300 famílias do Estado do Rio de Janeiro em situação de vulnerabilidade social e que fazem parte do grupo de risco para Covid-19”, conta Hugo Almeida, diretor executivo do CPD e ultramaratonista com diabetes tipo 1.

Sobre o Correndo pelo Diabetes

O Correndo pelo Diabetes (CPD) é uma organização sem fins lucrativos, que tem como objetivo estimular a prática regular de atividade física como ferramenta de promoção da saúde e inclusão da pessoa com diabetes. Desde 2018, recebe o apoio da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) e atualmente faz parte das ações do Departamento de Diabetes, Esporte e Exercício da SBD.

O CPD está presente nas principais redes sociais: Facebook, Instagram e YouTube.

Colaboração: Débora Torrente / Gengibre Comunicação