O EcoCria Talks chega em sua 5ª edição e traz um dos grandes nomes da comunicação de Santa Catarina. Jornalista político e colunista do Diário Catarinense e do NSC Total, Upiara Boschi é o convidado da Escola de Comunicação Criativa da Unesc, para falar sobre “O impacto das redes sociais no Jornalismo Político”. A live será nesta quinta-feira (25), a partir das 19 horas no canal da Unesc TV no YouTube.

A proposta do Talks é fomentar debates e a produção de conhecimento, enquanto aproxima os estudantes do mercado de trabalho. “O objetivo é conectar a teoria acadêmica à vivência prática do mercado, com a presença de profissionais que adiantam tendências, dominam as ferramentas e criam com excelência seu networking. Nesta oportunidade, o tema é bastante oportuno, já que a tecnologia chegou para modificar diversos hábitos, inclusive o modo de fazer política por meio das redes sociais. Upiara compartilhará sua expertise e conhecimento desse meio com nossos acadêmicos e outros espectadores”, destaca a coordenadora da EcoCria, Caroline Bortot.

O jornalista conta que iniciou sua carreira neste segmento em 2006 no AN Capital, quando as redes sociais eram alheias aos mundos como da política. “Não sabíamos quanto essa relação ia ser potencializada, e é claro que isso influenciou o jornalismo político. É sobre isso que vamos conversar. Um pouco sobre rede social, um pouco sobre jornalismo e um pouco sobre política. Está tudo misturado”, afirma Upiara.

Política e redes sociais

Professor da Escola de Comunicação e mestrando, Jonathan Corrêa Becker explica que as mudanças na forma de produzir, distribuir e consumir conteúdo impactaram diretamente o meio. “Tornou possível dar mais voz às pessoas. Hoje, com um smartphone, todos nós somos produtores de conteúdo em potencial”, explica.

Na política, ferramenta de discussão do próximo Talks, não está sendo diferente. Para o professor, vivemos os benefícios e os malefícios dessa democratização. “Por um lado, a agenda não é mais pautada unicamente pelos grandes veículos de comunicação, e debates até então impossíveis estão acontecendo. Mas há também um lado negativo: no campo político, o debate está cada vez mais polarizado e radical. Isso se deve, em parte, aos algoritmos utilizados pelas próprias plataformas como Facebook e Instagram, que tendem a nos mostrar cada vez mais conteúdos que reforcem a nossa visão de mundo. Essa bolha social, junto do advento das fake news, são alguns dos temas que precisam ser debatidos e melhor entendidos pelos profissionais da comunicação”, completa Becker.

Ouça abaixo a entrevista realizada no Ponto de Encontro:

 

Colaboração: Leonardo Ferreira / Assessoria de Comunicação da Unesc