Representantes da ANET (Associação Neoveneziana de Turismo) das vias gastronômicas de Criciúma e Içara participaram de um manifesto devido às medidas restritivas impostas no decreto do Governo do Estado, em Sombrio. O governador Carlos Moisés atendeu nesta quinta-feira, dia 25, aos empresários que entregaram um documento com reivindicações sobre a proibição de bebidas alcoólicas nos estabelecimentos após as 18h e a prorrogação do decreto. Além disso, os empreendedores solicitaram a participação do setor gastronômico nas reuniões do Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) para enfrentamento do coronavírus.

 

“Ficamos muito satisfeitos em podermos entregar o documento ao governador e ele ouvir as nossas reivindicações. Pedimos para que ele analisasse nossos pedidos, pois o decreto está acabando com os estabelecimentos do setor gastronômico. Solicitamos ainda, que um representante do setor de gastronomia, participasse de uma das reuniões do Centro de Emergência de Operações de Saúde (Coe) e tivemos a sinalização positiva”, pontuou a presidente da ANET, Luana Bortolotto.

Luana debateu sobre o assunto durante o Giro Final desta quinta-feira (25). A presidente esclareceu a manifestação realizada pelos empreendedores da área de gastronomia e de bares.

Ouça:

 

Colaboração: Cristiane Freitas / Nova Veneza On-line