Com o aumento expressivo do número de casos da Covid-19 nos últimos dias e também a preocupação com a taxa de ocupação dos leitos de UTI, o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, proibiu a realização de competições esportivas por 15 dias no município. A determinação começa a valer a partir desta quarta-feira (3).

O Criciúma enfrentaria a Chapecoense nesta quinta-feira (4), no estádio Heriberto Hülse, pela terceira rodada do Campeonato Catarinense. Com a decisão do Executivo Municipal, o duelo está suspenso. A Federação Catarinense de Futebol ainda não se manifestou.

Ouça a entrevista realizada no programa Ponto de Encontro:

 

A prefeitura de Chapecó também se posicionou a favor da suspensão das partidas. Confira a nota abaixo:

A Administração Municipal de Chapecó informa está suspendendo os jogos da Chapecoense na Arena Condá pelos próximos 15 dias. A medida tem como objetivo o enfrentamento da pandemia da Covid-19 no município. O prefeito de Chapecó, João Rodrigues, entende que não é possível manter os jogos diante do atual cenário de contágio e hospitais lotados.

A medida também é uma precaução pois a Arena Condá está muito próxima das estruturas de atendimento dos pacientes Covid, como o Centro de Eventos e o Ambulatório do Ivo Silveira. A medida é válida para todo o território do município.