Em dois processos criminais, três homens tiveram sentenciadas a soma total de 46 anos de reclusão por roubos, em Criciúma. As penas deverão ser cumpridas em regime inicial fechado. Dois homens, de 21 e 24 anos, tiveram definida suas condenações por dois roubos de veículos e corrupção de menores em 11 anos, 1 mês e 10 dias de reclusão para cada um. Os crimes ocorreram nos bairros Jardim Maristela e Brasília. Eles foram capturados pela Polícia Civil com prisões preventivas, permanecendo segregados para o cumprimento da decisão judicial.

O terceiro homem, de 24 anos, teve sua pena definida em 24 anos, 2 meses e 10 dias de reclusão por dois crimes de roubos no bairro Jardim Maristela e Santa Bárbara. Ele foi capturado no Estado do Rio Grande do Sul, após representação pela prisão promovida pela Polícia Civil de Criciúma. Atualmente está recolhido na penitenciária gaúcha e aguarda julgamento de outros processos criminais.

As investigações foram realizadas pela Divisão de Repressão à Roubos da Polícia Civil de Criciúma (DRR/DIC-PCSC), coordenada pelo Delegado Yuri Miqueluzzi. As sentenças proferidas pela 2ª Vara Criminal de Criciúma, com atuações da 2ª e 10ª Promotoria de Justiça na acusação.