O Terno de Reis é tradicional em diversas localidades, unindo fé e devoção e apesar de ter origem portuguesa, é muito forte no Brasil, tendo como referência a história bíblica dos Três Reis Magos e sua chegada ao lugar onde se encontrava o menino Jesus. Em Cocal do Sul, nasceu o desejo de manter acesa a chama dessa tradição e nem mesmo a pandemia impediu que o grupo se apresentasse na noite desta quarta-feira, dia 6.

Diferente do ano passado, quando iniciou o Terno de Reis na cidade, em que o grupo se apresentava nas casas dos sul-cocalenses, esse ano as canções foram entoadas ao ar livre, seguindo um cronograma – partindo da Igreja Matriz e indo em direção à gruta de Cristo Rei, passando pela Igreja Nossa Senhora Aparecida, no bairro Jardim Elizabeth e na Igreja Sagrado Coração de Jesus, encerrando na praça da Igreja Matriz.

Outro fato curioso esse ano foi a forma como o grupo foi até às pessoas, dessa vez no Trenzinho da Alegria. Além disso, para quem não pode acompanhar pessoalmente, o Terno de Reis foi transmitido ao vivo pelo Facebook.

Foto: Assessoria de Imprensa / Cocal do Sul

“Caiu no gosto popular”

Os chamados Três Reis Magos, Gaspar, Melchior e Baltazar iniciaram sua procura por Jesus no dia 25 de dezembro e o encontraram no dia 6 de janeiro, data em que se comemora o Dia de Reis. Dessa forma, resgatando a história bíblica, o grupo Terno de Reis Estrela do Oriente se caracterizou, usando roupas que remetem à época trazendo ainda mais realidade ao ato tão tradicional. Cada um carregava consigo o incenso, a mirra e o “ouro”, e entregava os elementos aos representantes de cada comunidade religiosa.

A ideia de criar o grupo surgiu do prefeito Fernando de Fáveri, no ano passado, devido a sua grande devoção. Assim surgiu o Terno de Reis Estrela do Oriente, composto por um coral e músicos, que com animação e sorriso no rosto se dispõem a levar fé às pessoas através de suas músicas.

“Chamou a atenção a grande participação de público em todos os locais. A gente pode concluir que nos próximos anos o Terno de Reis terá continuidade, caiu no gosto popular; a tradição foi resgatada”, contou de Fáveri.

O padre Jiovani Manique Barreto, pároco da Paróquia Nossa Senhora da Natividade, explica que o Terno de Reis é uma tradição antiga que evidencia a visita dos Reis Magos a Jesus, Maria e José. “É um modo de levar a bênção de Deus às pessoas através do canto”, comentou.

Muitos aproveitaram o momento para elevar a fé a Deus e rezar por dias melhores. “Ficamos muito contentes com a participação de tanta gente e por manter viva essa religiosidade na vida das pessoas. Teve uma pessoa que veio me abraçar, chorando, dizendo que lembrou do pai que também seguia essa tradição”, finalizou o padre.

Colaboração: Amanda Farias / Assessoria de Imprensa de Cocal do Sul