Nos últimos sete dias, 276 pessoas morreram em Santa Catarina vítimas da Covid-19. Nesse período, o estado registrou recorde de casos ativos. Na quarta-feira (2), o governo confirmou 33.034 pessoas em tratamento contra a doença. E em meio à escalada cada vez mais íngreme de casos, imagens de aglomeração e desrespeito às regras sanitárias em território catarinense são flagradas.

O epidemiologista e professor do Departamento de Saúde Pública da Universidade Federal de Santa Catarina, Dr. Lúcio Botelho, participou do programa Comando Marconi desta quarta-feira (09). Para ele, o pior da pandemia em SC está ainda por vir. Ouça a entrevista: