A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) lança a edição de setembro do Boletim de Indicadores Econômico-Fiscais de Santa Catarina. O estudo apresenta dados que apontam para uma retomada econômica.

O boletim traz também os principais indicadores que Santa Catarina obteve entre 2019 e 2020, do Ranking da Competitividade dos Estados, 9ª edição, lançado pelo Centro de Liderança Pública (CLP). Vice-líder pelo quarto ano consecutivo, o Estado se destaca na Segurança Pública (1ª posição), na Sustentabilidade Social (1ª) e nesta edição o destaque maior foi o avanço na Eficiência da Máquina Pública, onde ganhou 6 posições, tornando-se o primeiro do país na avaliação.

O estado ainda avançou em outros aspectos da competitividade. Nessa edição ganhou posições nos pilares de Infraestrutura (3º para 2º); na Educação (3ª para 2°); no Capital Humano (7º para 5º); na Sustentabilidade Fiscal (16º para 10º); na Sustentabilidade Ambiental (10° para 8°) e no Tamanho de Mercado (8º para 5º). Na Inovação, Santa Catarina permaneceu em 3ª.

O economista da SDE, Paulo Zoldan, participou do programa Comando Marconi desta terça-feira (06). Ouça:

 

A redação