A Polícia Civil de Santa Catarina, através da Divisão de Combate a Furtos e Roubos (DCFR), da Delegacia de Polícia da Comarca de Tubarão, esclareceu falso roubo registrado no dia 03 de setembro de 2020 e indiciou mulher por falsa comunicação de crime.

A DCFR de Tubarão tomou conhecimento através de um boletim de ocorrência de que um “sequestro relâmpago” que teria ocorrido na Centro da cidade de Tubarão. Contudo, após a instauração do competente inquérito policial, a Polícia Civil entendeu que o fato noticiado em verdade seria um crime de roubo circunstanciado pela restrição da liberdade e não um extorsão na modalidade “sequestro relâmpago” como noticiado no registro de ocorrência.

Iniciadas as investigações, percebeu-se que a versão apresentada pela vítima não possuía respaldo na realidade e, após a oitiva de uma testemunha e a realização de inúmeras diligências no local do fato, apurou-se que na verdade o roubo noticiado não havia ocorrido e que a suposta vítima teria comunicado falsamente o crime para justificar um saque em sua conta.

Apresentados os elementos coletados pela Polícia Civil desta comarca à suposta vítima, essa acabou por confessar que o fato por ela noticiado não havia ocorrido, tendo sido indiciada pelo Delegado de Polícia pela prática em tese do crime de falsa comunicação de crime.