A Escola Caetano Bez Batti, uma das mais tradicionais instituições de ensino de Urussanga, completa 60 anos de história. Em meio às mudanças trazidas com a pandemia do coronavírus, a escola está preparando uma Feijoada no formato “drive-thru”. A ação é uma iniciativa da direção, pais, professores e alunos, com a participação especial do renomado Chef Motta.

Confira a entrevista realizada no Ponto de Encontro:

 

Saiba mais

A escola foi fundada em 20 de fevereiro de 1960 pelo, então prefeito Américo Cadorin que cria, pelo Decreto 77, no seu artigo 1º, no Bairro da Estação, com nome de Escolas Reunidas Caetano Bez Batti para atender a um considerável número de crianças em idade escolar e por ter, naquela época, o Grupo Escolar Barão do Rio Branco um número de alunos acima dos limites permitidos, além de representar os anseios da população do bairro.

Esta escola funcionou provisoriamente em um barracão próximo à Estação Ferroviária. Mais tarde, foi transferida para um novo local, também muito precário, onde hoje se localiza a Capela Nossa Senhora Aparecida. Foram as primeiras professoras as senhoras Maria Damiani Batista e Senhorinha Mafra Conti e a primeira agente de serviços gerais a senhora Maria Benta Mafra Tezza.

Com o passar dos anos, a escola já não possuía mais condições de abrigar os alunos e sua condição precária determinou a construção de uma nova escola onde hoje está instalada a expedição de cargas da Cerâmica Urussanga (CEUSA).

Em janeiro de 1963, a escola passa a pertencer à Rede Pública Estadual e recebe a denominação de Escola Reunida Estadual Caetano Bez Batti funcionando com classes de 1ª a 4ª série ou ciclo primário.

Dez anos depois de sua fundação, em 15/12/1970, a escola recebeu autorização para o funcionamento do Ciclo Básico, que seriam classes de 5ª e 6ª série e em 1973, a autorização do funcionamento de classes de 7ª e 8ª séries, completando assim o 1º grau, com a denominação de Escola Básica Caetano Bez Batti.

Em 1978, por ocasião das comemorações do centenário de colonização do nosso município, nossa escola foi transferida para o local onde funciona atualmente.

Em 13 de março de 1986, a Portaria 0151/86 autorizou o funcionamento do 2º grau, transformando a então escola básica em Colégio Estadual Caetano Bez Batti, o primeiro da rede estadual no município de Urussanga.

Passaram por este estabelecimento como Diretores: Sonia Ferraro, Maria Cancelier de Brida, Elaine Damiani dos Santos, Maria Isabel Bettiol Feltrin, Murilo João Nesi, Amauri Miottello, Maria Bernardete Bom, Soraia Nitz, Stela Maris Dagostin Talamini, Maria de Lourdes Dalponte Zanelatto, Juraci Broca, Silvana Saturno e Ana Paula Bez Fontana. Atualmente, a Escola tem como gestores os professores Márcio Lucas da Cruz, Alan Dutra e Danilo Quadros.

A escola tem como patrono o Sr. Caetano Bez Batti, que nasceu em Urussanga no dia 15 de junho de 1878, sendo o primeiro filho de imigrantes nascido nesta localidade, vinte dias após a chegada dos italianos. Seu pai chamava-se Pietro Bez Batti e sua mãe, Francisca de Césaro Bez Batti, imigrantes italianos da cidade de Longarone. Dedicou-se ao comércio e faleceu aos 79 anos, no dia 24/11/1957.