“Das minas de carvão para a justiça: as lutas dos mineiros acidentados de Criciúma/SC” é um livro que, em mais de 250 páginas, conta a história dos acidentes de trabalho, ocorridos de 1943 a 1950, na atividade de mineração do município. Esse período corresponde ao contexto da implementação da legislação trabalhista no Brasil, época em que a mineração de carvão era uma indústria extrativa em franca expansão que contava com cerca de 10 mil trabalhadores. Na obra, foram estudados processos por meio dos quais foram problematizados os acidentes e como os trabalhadores acidentados precisaram entrar na Justiça para garantirem seus direitos regulados pela Lei de Acidentes de Trabalho, em vigor no país desde 1919, mas que era constantemente burlada pelas empresas.

Jair de Ávila conversou com o professor e historiador Bruno Mandelli, para saber mais sobre a obra do autor criciumense. Ouça a entrevista na íntegra:

Parte 01

 

Parte 02