Foragido do Paraná é preso pela Polícia Civil em Balneário Gaivota

A investigação apontou que o homem atropelou e matou sua ex-companheira que estava grávida

98
Foto: Polícia Civil

Policiais civis de Sombrio e Balneário Gaivota cumpriram um mandado de prisão contra um homem que estava foragido desde 20 de junho deste ano, no Estado do Paraná, quando matou sua ex-companheira atropelada. O mandado de prisão foi expedido pelo poder judiciário da Comarca de Toledo.

Conforme a Polícia Civil, houve a troca de informações entre as forças policiais de Santa Catarina e do Paraná, com o objetivo de localizar o foragido que estava escondido na região de Balneário Gaivota. Após a investigação da Polícia Civil, o homem foi localizado e preso em sua residência na tarde desta segunda-feira (06), em Balneário Gaivota.

Segundo apontou a investigação, a ex-companheira do suspeito já estava em um novo relacionamento. Por não aceitar o termino da relação, o homem iniciou algumas perseguições e no 20 de junho deste ano atropelou a mulher, após uma discussão entre ambos na cidade de Toledo. A vítima chegou a ser arrastada e prensada entre o veículo do autor e outro que estava estacionado. A mulher tinha 41 anos e estava grávida de dois meses.

Depois de cometer o crime, o homem fugiu para Santa Catarina, onde ficou escondido em Balneário Gaivota. Com a prisão nesta segunda-feira (06), o homem está à disposição da justiça e será encaminhado ao Paraná.