Dada a largada para o 2020 do Tigre

Serginho Lopes e Evandro Guimarães participaram de coletiva de imprensa nesta manhã

136
Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC

O Criciúma Esporte Clube deu a largada para os trabalhos de 2020 na manhã sexta-feira, dia 3. O clube realizou uma coletiva de imprensa com o superintendente de futebol Serginho Lopes e com o diretor executivo de futebol Evandro Guimarães. Além disso, na tarde desta sexta-feira,o elenco se reapresenta, às 15 horas no CT Antenor Angeloni.

Durante a coletiva desta manhã, Serginho Lopes explicou que a equipe técnica atual foi escolhida por serem pessoas que têm uma identidade com o clube. “Temos um entendimento de que essas pessoas são capacitadas para isso. Sabemos do tamanho de nossa responsabilidade”, afirma.

O superintendente explicou que após ter recebido o convite do presidente Jaime Dal Farra para assumir o novo cargo, avaliou a vinda de Evandro Guimarães para ser o executivo de futebol. “Conhecia o Evandro e já havíamos conversado sobre a situação do clube. Depois da chegada dele, achamos viável continuar com Roberto Cavalo, Wilsão e toda a comissão técnica, por serem pessoas que tem essa identidade”, avalia.

Lopes também está confiante com o ano da equipe profissional. “Trabalhar com a base é uma coisa, mas o profissional é totalmente diferente. Recebi o desafio com muita alegria, sabendo da responsabilidade. Tenho certeza de que vamos ter sucesso.”

Já o novo executivo de futebol disse que espera contar com a colaboração de todos. “Precisamos entender esse momento como reconstrução e recuperação. Queria passar a todos essa satisfação. O tempo é curto e estamos remontando a equipe”, diz Evandro Guimarães.

Guimarães ressalta, ainda, a mudança no perfil das novas contratações do Criciúma. “Não são jogadores que o clube está acostumado a contratar, mas estamos tendo o cuidado de analisar essas contratações dentro de um perfil, dentro do perfil que a torcida gosta. Eu vivi isso na pele, e sei da importância do calor de nossa torcida”, destaca.

Segundo o executivo, o foco da contratação agora é procurar trabalhar com jogadores jovens. “Com a faixa salarial que temos, vamos ter que fazer apostas. Precisamos de jogadores que realmente queiram crescer. Ele não pode vir para o Tigre apenas pelo salário. Precisa vir pensando em crescimento na carreira e dividir conosco este momento”, conclui.

Colaboração: Portal engeplus