Polícia Civil cumpre mandado para investigar possível pedofilia em Orleans

Dois aparelhos celulares foram apreendidos e serão submetidos à perícia

114
Foto: Divulgação

Através de trabalho em conjunto da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil (DIPC) e da Delegacia de Polícia Civil de Orleans, perceberam que um IP (Protocolo de Internet), vinculado a servidor que atendia a cidade de Orleans, baixou arquivos para o dispositivo informático referente a pornografia infantil.

Conforme a Polícia Civil, foi identificado o titular do IP, ao qual os dados cadastrais estão em nome de G. T. V., casada com D. de S. Foi então instaurado o inquérito policial para apurar os fatos. Consta do artigo 241-B da Lei n. 8.069/90: “Art. 241-B. Adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente”.

Durante a tarde desta segunda-feira (12), foi cumprido um mandado de busca e apreensão na residência dos suspeitos, com o apoio do Instituto Geral de Pericias, onde foi apreendido dois aparelhos telefônicos celulares que serão submetidos à perícia, segundo Delegado Ulisses Gabriel.