Procura pela vacina da gripe em Urussanga ainda é baixa

Dos grupos vulneráveis 72,22% foram vacinados e 1.782 (27,78%) deverão receber a dose até 31 de maio

46

A cidade de Urussanga está com foco na vacinação contra a gripe provocada pelos os vírus influenza H1N1 e H3N2. De acordo com a coordenadora de imunizações da cidade, Ednea Acácio, até nesta quinta-feira (16) foram vacinadas 4.631 doses, o que corresponde a 72,22% de cobertura vacinal.

Faltam receber a imunização 1.782 (27,78%) pessoas para que a campanha atinja o total do público geral de 6.413. “Nós temos uma meta para chegar, no mínimo, até 95% de vacinados, assim vamos considerar ótimo”, ressalta a coordenadora.

Entre os grupos prioritários para a vacina, dos 1.793 portadores de comorbidades são os que menos têm procurado os postos de saúde. A porcentagem atingiu apenas  50,14% faltando 894 cidadãos.

Já as pertencentes ao grupo de puérperas foram as que decidiram receber a vacina o quanto antes. Das 23 mães 22 já foram imunizadas, com total de 95,65%.  Os professores aderiram a campanha, dos 178 do publico alvo 166 já procuraram os postos de saúde, correspondente a 93,26%.

Confira o aproveitamento dos demais grupos

As crianças atingiram 72,57% de vacinação, compareceram 815 e faltam 308. Os trabalhadores da Saúde atingiram 76,67%, comparecimento de 207 com falta de 207. As gestantes atingiram os 83,10%, com 118 vacinadas e faltas de 24 delas. Os idosos urussanguenses também estão atentos à campanha com 86,86%, sendo que dos 2.755 que estão no alvo 2.393 já foram aos postos, faltando 362 pessoas da terceira idade.

“Considero que ainda temos uma cobertura muito baixa, pois faltam 15 dias para encerrar a campanha. Recomendamos que a população procure os postos de saúde. Nós sabemos que há muitos trabalhadores que estão no serviço o dia inteiro, porém eles podem pedir dispensa para comparecer na vacinação, e, no posto poderá pedir um comprovante que foi até a unidade de saúde. Até o final do mês essas pessoas podem receber as doses disponíveis nos postos de saúde de Urussanga. As unidades estarão abertas, de segunda à sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h”, alerta Ednea.

As crianças que estiverem com quadro febril, no horário de vacinação, não poderão receber a dose, sendo que os profissionais da saúde explicarão e pedirão para retornar quando a febre baixar.

Documentos

“Quando a pessoa for ao posto de saúde deverá levar a caderneta de vacinação e o cartão nacional do SUS. Quem perdeu estes documentos deverá ir ser vacinada (o) também. É importante a prevenção contra as doenças”, pontua a coordenadora.

Da Redação