Após anos de inatividade, o Conselho Municipal de Política Cultural de Urussanga (CMPCU) voltou a ser debatido para uma nova composição de membros visando o desenvolvimento da área na cidade. A proposta foi levantada durante a realização do 2º Fórum Municipal de Cultura, promovido pelo Poder Público na noite de quarta-feira, dia 20.

O diretor de Cultura de Urussanga, Névton Bortolotto abriu o Fórum ressaltando a necessidade da cidade repensar os valores. “Somente desta forma, com base nos valores culturais, será possível reforçar esta área e reerguer também o turismo. É preciso saber conjugar muito bem essas duas linhas para atingir as metas. O compromisso deste grupo, coeso e interessado, é de se reunir e discutir para contribuir”, frisou.

Em seguida, os participantes formaram seis grupos que, de forma dinâmica, debateram sobre a situação atual em diferentes áreas, os anseios e os meios necessários para alcançar os objetivos. Após apresentação das percepções de cada grupo, os participantes elegeram, com base nas diretrizes do Conselho Estadual de Cultural, representantes para defenderem áreas específicas.

Segundo Bortolotto, o próximo passo será a elaboração do inventário cultural e Plano Municipal de Cultura.

Colaboração: Jéssica Pereira / Assessoria de Comunicação