Os deputados federais eleitos para a 56ª legislatura da Câmara dos Deputados foram empossados nesta sexta-feira (1), em sessão no Plenário Ulysses Guimarães. Entre eles, o catarinense Daniel Freitas, eleito com 142.571 votos – maior votação entre os deputados pesselistas e segunda maior do Estado, que dará início ao seu primeiro mandato na Câmara Federal.

A eleição de 2018 trouxe a maior renovação à Câmara desde a democratização. O índice de renovação na Câmara dos Deputados nesta eleição foi de 47,37%, segundo cálculo da Secretaria-Geral da Mesa (SGM). Em números proporcionais, é a maior renovação desde a eleição da Assembleia Constituinte, em 1986.

No Plenário, os 513 eleitos responderam à chamada nominal e fizeram o juramento de “manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”.

“Foi um momento de grande emoção! Tenho certeza que, junto comigo, tomam posse todos os que acreditam em um Brasil e uma Santa Catarina melhor. É hora de reafirmar os votos confiados a mim e honrar a esperança de cada um”, ressalta o Deputado recém empossado.

Único representante federal do partido de Jair Bolsonaro no Sul do Estado, Freitas foi votado em 288, dos 295 municípios catarinenses. “Política para mim não é profissão, sempre pautei minha vida pública na coragem, ética e transparência, com o desejo de fazer a diferença e de alguma forma poder contribuir com a população. Acredito que o resultado da eleição foi fruto de muito trabalho e de uma mensagem clara, que chegou a milhares de pessoas que já não acreditavam mais na política, e me viram como a oportunidade de renovação e mudança que o momento em que o País atravessa, tanto precisa”, avalia.

Em agosto do último ano, Daniel Freitas renunciou ao mandato de vereador para concorrer a uma vaga na Câmara Federal.