A cidade de São Joaquim, na Serra catarinense, tornou-se a Capital Nacional da Maçã. Em 3 de janeiro, Jair Bolsonaro (PSL) sancionou a lei que dá o título à cidade, uma das primeiras medidas como presidente.

A lei nº 13.790 de 3 de janeiro de 2019, publicada no Diário Oficial da União de 4 de janeiro, veio após aprovação de decreto no Congresso Nacional, em dezembro de 2018. Conforme a prefeitura de São Joaquim, cerca de 70% da economia depende direta ou indiretamente do negócio da maça.

Segundo a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), atualmente, são cerca 2,3 mil pequenos e médios produtores que vivem da colheita da maçã do município. A cidade conta com 26.763 habitantes, conforme a população estimada pelo IBGE em 2018.

Fonte: G1 SC