Uma diferente experiência sensorial a partir de produtos singulares de Santa Catarina poderá ser vivenciada por enólogos, sommeliers, jornalistas e apreciadores de vinho durante a Wine South America 2018, em Bento Gonçalves (RS), de 26 a 29 de setembro. Entre as seis regiões vitivinícolas brasileiras com Indicação Geográfica está o território Vales da Uva Goethe, localizado no sul catarinense. Esta variedade de uva carrega uma rica história no Brasil de mais de 120 anos e uma forte ligação com a imigração italiana, entretanto mostra características particularmente brasileiras.

As peculiaridades dos vinhos brancos, frisantes e espumantes Goethe serão apresentadas durante a Wine South America em três oportunidades distintas. A mais importante será no sábado, dia 29, das 14 às 15 horas, na Wine Tasting, área de apresentação e degustação de vinhos. Na oportunidade, a sommelier de São Paulo, Sonia Denicol, conhecida como Madame do Vinho, conduzirá um momento de apreciação de seis produtos diferentes, entre vinhos e espumantes Goethe.

“Em degustação dos vinhos Goethe aparece naturalmente notas de frutas brasileiras bem peculiares como, por exemplo, cupuaçu e guaraná. Além dos aromas brasileiros, é possível sentir toques salino e mineral que, combinados ao frutado e cítrico da uva Goethe, dão essa tipicidade toda brasileira aos vinhos. Na Wine South America os visitantes terão a oportunidade de apreciar este produto distinto”, comenta a sommelier.

Ainda na Masterclass serão divulgadas duas novidades envolvendo parcerias com o território Vales da Uva Goethe. Os protagonistas são o movimento internacional Slow Food e a Scuola Enologica ISISS “G.B. Cerletti” di Conegliano, a mais antiga da Itália, com quem irá executar um programa de pesquisa e desenvolvimento qualitativo. As vagas de participação para esta degustação guiada são gratuitas e limitadas, sendo confirmadas pelo e-mail: mazon@mazon.com.br

Na Wine South America – Feira Internacional do Vinho, os produtos Goethe estarão no estande 97, em frente ao auditório principal e as rodadas de negócios, representados pelas vinícolas Casa Del Nonno, De Noni, Quarezemin, Vigna Mazon e Trevisol. Além deste espaço, o Goethe será evidenciado na Wine Conference, local destinado a palestras. No dia 28 de setembro, às 16 horas, a secretária da Associação dos Produtores da Uva e do Vinho Goethe, Patricia Mazon Freitas irá conduzir o tema “A trajetória da Uva e Vinho Goethe no Sul do Brasil: da Arca do Gosto (Slow Food) à Indicação de Procedência dos Vales da Uva Goethe (INPI)”.

Vales da Uva Goethe

A Associação dos Produtores da Uva e do Vinho Goethe (ProGoethe) reúne a cadeia produtiva com o objetivo de elevar a imagem deste produto distinto e raro a fim de preservar, por meio do cultivo desta tradição feito por pequenos produtores, a identidade e cultura de descendentes de italianos no sul de Santa Catarina através da vinificação e harmonização com a gastronomia típica local.

O território Vales da Uva Goethe, localizado no Sul de Santa Catarina entre a Serra e o Mar, é detentor da primeira e única Indicação Geográfica (IG), na modalidade Indicação de Procedência (IP), do setor vitivinícola catarinense. Nesta região são produzidos vinhos brancos, frisantes e espumantes que apresentam sabor marcante e refrescante acompanhado de um delicioso aroma frutado e floral com notas de mel.

Colaboração: Eliana Maccari / Assessoria de Comunicação – Progoethe