A Polícia Civil de Laguna divulgou nesta quarta-feira (31) que prendeu temporariamente o companheiro de Maria Helena Martins, de 50 anos, encontrada morta na quinta (25). Ele é suspeito de ter cometido o homicídio. Em depoimento, ele negou participação no crime.

O corpo Maria Helena foi achado no próprio apartamento com marcas de agressão e de asfixia. A suspeita é que o assassinato tenha ocorrido quatro dias antes.

A Divisão de Investigação Criminal de Laguna pediu a prisão temporária por 30 dias do suspeito, que tem 37 anos. Em depoimento, ele se apresentou tranquilo. O homem deve responder por homicídio triplamente qualificado.

Informação do Portal G1/SC