O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Treviso inicia nos próximos dias a fiscalização das ligações de água em todo o município. A ação é necessária, pois foram identificadas irregularidades em ligações existentes e esse tipo de atitude é crime, previsto em lei.

“A intenção do Samae não é punir os usuários, mas sim regularizar as situações para que todos sejam atendidos de forma justa, conforme manda a legislação. É importante ressaltar que toda a extensão da rede, antes e depois do hidrômetro, e toda canalização da residência não podem ter ligações com outras canalizações internas, abastecidas por água de poços, rios, lagos, chuva… É proibida a utilização do mesmo reservatório para abrigar outra fonte de água (chuva, rio, lago ou poço). Sendo que o reservatório domiciliar tem que ter o tamanho suficiente para atender o número de pessoas que ali residem”, explica o diretor do Samae, Anderson Pagani.

As vistorias, realizadas por profissionais e com o auxílio de equipamentos novos, adquiridos especialmente para essa ação, ocorrerão periodicamente. “Mas é importante ressaltar que os usuários que voluntariamente nos procurarem para regularizar suas ligações não serão responsabilizados, porque o nosso objetivo é a regularização, não a punição. Entretanto, as ligações ilegais que encontrarmos nas vistorias serão notificadas e os responsáveis multados, na forma da lei”, adverte Pagani.