Resumo da sessão do legislativo de Urussanga

Foto: Divulgação / Câmara de Vereadores
- Publicidade -

A trigésima sétima reunião ordinária do legislativo Urussanguense aconteceu na noite desta terça-feira (24). Confira abaixo o resumo das falas dos vereadores:

Jair Nandi (PSD) registrou o empenho da comissão de energia elétrica do Legislativo, composta por ele e os Vereadores Marcos Roberto Silveira, Elson Roberto Ramos, José Carlos José e João Batista Bom. Nandi informou que a Comissão vem conversando com os maiores especialistas do Brasil na área de energia elétrica para reunir informações e apontar caminhos para a redução das tarifas em Urussanga. Em relação ao concurso público o vereador demonstrou preocupação pela demora, pediu celeridade do Executivo e disse que desde 2016 o processo se arrasta sem a devida resposta a sociedade. De acordo com o Vereador, o Tribunal de Contas do Estado recomenda que contratações para funções efetivas e de caráter permanente devem ser feitas através de concurso público e não processo seletivo.

Marcos Roberto Silveira (PT) divulgou pesquisa do Instituto Airton Senna informando que no Brasil 22% dos jovens entre 15 e 17 anos estão fora da escola. O número corresponde a cerca de dois milhões de jovens nesta faixa etária. O Vereador lamentou os dados e registou o descaso das políticas públicas para a educação no país. Marcos Roberto alertou ainda para o risco de fechamento de escolas nos Bairros Rio América, Santana e De Villa, devido à falta de alunos. De acordo com o Vereador, uma Lei aprovada em 2015 regulamenta o zoneamento do ensino no município e sugere que o aluno, para poder usar o transporte escolar gratuito, matricule-se na unidade mais próxima de sua casa. Para o Vereador a Lei não é cumprida porque não há penalização prevista.  Marcos Roberto questionou ainda, a necessidade da existência de escolas estaduais e municipais no mesmo bairro e sugeriu um estudo para unificação através da municipalização.

Elson Roberto Ramos (PMDB) elogiou o empenho do líder de governo Odivaldo Bonetti por cobrar constantemente a realização do Concurso público, mas registrou que a responsabilidade pelo atraso é exclusiva do Poder Executivo e espera que os entraves sejam solucionados o mais rápido possível. Elson afirmou ainda que não acredita na transparência das contratações através de processos seletivos e espera que Urussanga siga o exemplo dos municípios vizinhos e realize o concurso público. O vereador agradeceu também o governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira pelo repasse de um milhão de reais para a construção do centro de atendimento ao idoso em Cocal do Sul. Elson destacou o empenho do Secretário Estadual de Assistência Social Valmir Comin e do prefeito de Cocal do Sul Ademir Magagni n pelo desenvolvimento do projeto e disponibilização dos recursos.

Vanderlei Marcírio (PMDB) registrou a importância para a região da construção em Cocal do Sul do centro de atendimento ao idoso. O vereador explicou que o projeto é disponibilizado apenas para os municípios que possuem uma área social ampla e organizada. De acordo com Vanderlei Marcírio, durante sua gestão a frente da área social em Urussanga, foi tomada todas as medidas para que o município participasse dos programas estaduais e federais. Para o vereador com tudo organizado na área social em Urussanga o momento é de lutar por recursos. Vanderlei Marcírio registrou também a renovação nas lideranças do PMDB de Urussanga com a eleição do novo diretório do partido no último sábado (21) e destacou a recondução do ex-prefeito Vanderlei Olívio Rosso a presidência do partido.

Vanir Zuleima Mazzuco Cacciatori (PMDB) reiterou que já usou diversas vezes a tribuna do legislativo para cobrar a falta de informação aos pacientes que aguardam consultas, exames ou outros procedimentos, cobrou também a contratação de médicos especialistas e trouxe a informação de que Santa Catarina seria o primeiro estado do país a implantar um site para a consulta da lista de espera para cirurgias. Para a vereadora as queixas da população continuam aumentando. Deu como exemplo a reclamação de uma senhora de 80 anos que teve que chegar às cinco da manhã em uma Unidade Básicas de Saúde do município e esperar até às oito horas para marcar uma consulta. De acordo com a vereadora, na gestão passada, as consultas para idosos eram marcadas por telefone. Vanir disse ainda que a popu lação reclama da dificuldade em conseguir ambulâncias, cotas de exames e inclusive médicos não especialistas.

Gilson Casagrande (PP) destacou o excelente trabalho realizado no Cemitério Municipal pela servidora Ronilda de Lorensi Cancellier (Nina). De acordo com o vereador o cemitério está em excelente estado de conservação e pronto para as visitas do dia dos finados. Gilson informou ainda que vem lutando há dois anos para que as escolas não sejam fechadas nos bairros por falta de alunos. O vereador explicou que infelizmente, se as turmas não atingirem um número mínimo de alunos, elas serão fechadas pelas normas do governo do Estado.

José Carlos José (PP) comunicou que o governo federal liberou a cobrança da Bandeira Vermelha dois a partir de novembro, passando de R$ 3,50 para R$ 5,00 a cada 100quilowatt consumidos, um aumento de 42,8%. O Vereador explicou que mantem contatos com deputados para mantê-los informados sobre o andamento do abaixo-assinado que contesta o valor da tarifa da energia elétrica em Urussanga. De acordo com José Carlos a tarifa de Urussanga chega a ser o dobro de algumas cooperativas da região. O vereador informou que vem discutindo com alguns deputados a possibilidade da Empresa Força e Luz de Urussanga  ser credenciada com as regras do Decreto 13.360, especifico para cooperativas, para compra de energia elétrica com desconto de até 90%. José Carlos finalizou pedindo união entre a população e as entidades comerciais da cidade para atin gir o objetivo da redução da tarifa.

Odivaldo Bonetti (PP) informou que juntamente com o vereador João Batista Bom esteve na semana passada percorrendo as Secretarias de Estado em Florianópolis buscando recursos para o município. Odivaldo anunciou que graças ao apoio do Deputado estadual Valmir Comin, Urussanga será contemplada com investimentos na ordem de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais), além de um veículo zero quilometro para a Secretaria da Assistência Social. Em relação às obras em andamento no município, Odivaldo registrou a finalização da Rua Durval Perito no bairro De Villa, o rompimento do contrato com a empresa responsável pela Praça Anita Garibaldi para contratação de outra empresa para a conclusão e a faze final de execução da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro da Estação e da escola da Palmeira do Meio. Quanto a falta de exames laboratoriais o vereador explicou que a Secretaria de Saúde está tentando credenciar mais um laboratório para que seja disponibilizado mais exames para a população. No esporte Odivaldo destacou o trabalho do diretor Thiago Mutini pela realização da 2º  taça Elvis de Oliveira de Handebol e os jogos escolares envolvendo 150 alunos de 10 a 13 anos representando sete escolas do município. Odivaldo destacou ainda a realização da feira da alimentação saudável realizada pela secretaria de agricultura na Praça Anita Garibaldi na semana passada com investimento de R$ 20.000,00 da Secretária estadual de agricultura.

No encontro dos edis de Urussanga também foi aprovado o orçamento municipal para 2018.

Colaboração: Wilson Adriani/Comunicação Câmara de Urussanga

COMPARTILHAR