Por Enio Biz

O deputado Manoel Mota (PMDB) revelou, em entrevista ao programa Comando Marconi desta terça-feira (24), que a unidade da JBS de Morro Grande não deverá ser vendida. “Até ontem a tarde eu estava otimista na venda. Eles estão blefando. Eles não querem vender. Simplesmente vão fechar a unidade. É coisa de bandido, e bandido tem que estar na cadeia”, dispara Mota.

Em entrevista ao repórter Enio Biz, o deputado revelou que vai acionar a justiça. “Produtores de frango fizeram financiamentos em bancos. E agora quem vai pagar o prejuízo?”.

Ouça a entrevista / Deputado Manoel Mota (PMDB):

O diretor do Sindicato da Alimentação de Criciúma e região, Célio Elias, em entrevista na Rádio Marconi, também confirma que o caso da JBS de Morro Grande será resolvido na justiça. Ele informou, ainda, que a Justiça determinou dois bloqueios de recursos da empresa, um de R$ 115,9 milhões e outro de R$ 614,7 milhões, totalizando R$ 730 milhões. Ouça a entrevista: