O vereador José Carlos José (PP), na última sessão da câmara lamentou o fato da Empresa Força e Luz de Urussanga possuir uma das energias mais caras do Brasil. O Vereador cobrou da EFLUL alternativas para diminuir os custos da energia elétrica e disse que empresas de Urussanga estão perdendo competividade porque repassam os custos para os produtos.

Zé Bis afirmou que colocará na pauta do seu mandato questionamentos relativo aos aumentos considerados abusivos e irregulares sobre a conta de energia elétrica. “O cidadão urussanguense tem tudo para estar se sentindo lesado pelo o que vem acontecendo com o custo da energia elétrica, tanto domiciliar quanto empresarial” ressalta.

De acordo com vereador o preço da EFLUL é de R$ 0,62 quilowatt-hora e o da COOPERCOCAL de R$ 0,32 quilowatt-hora. Com a diferença entre os valores citados chegando ao dobro,  José reitera que não poupará esforços questionando estes reajustes e criticando a estrutura responsável pela gestão dos serviços de fornecimento pelo valor da cobrança da energia que chega ao consumidor final.

De acordo com o vereador, um abaixo-assinado será feito em Urussanga. A informação foi dada em entrevista nesta segunda-feia (25) ao repórter Enio Biz:

 

O professor universitário e gestor, Ênio Coan, responsável por realizar o diagnóstico do projeto administrativo de Urussanga, confirmou que o poder público está discutindo medidas para resolver a questão, que hoje preocupa toda a população: