O Criciúma venceu de virada o CRB na tarde deste sábado na casa do adversário. Jogando no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), o Tigre correu atrás do prejuízo após tomar um gol aos 28 minutos do primeiro tempo. No início da segunda etapa, Silvinho marcou o gol da virada e ainda teve a chance de ampliar o marcador em uma cobrança de pênalti desperdiçada. Com os três pontos conquistados, o time soma 37 pontos e se mantém próximo ao G4 na oitava colocação.

Primeiro tempo

A primeira etapa iniciou com o CRB partindo para cima do Criciúma. Logo aos 7 minutos, em cobrança de escanteio, Casquinha chegou com perigo e por pouco Neto Baiano não alcança para abrir o marcador. Os minutos seguintes se discorreram lentamente com o CRB tendo dificuldades para criar e o Criciúma buscando encontrar o contra-ataque.

Com 26 minutos, Barreto em saída de bola cometeu uma falta dura em Neto Baiano, próximo da pequena área do Criciúma. Dois minutos depois, em bela cobrança de falta, Elvis acertou no canto com precisão, sem chances para Luiz, o goleiro do Tigre. Mas a resposta veio rápido, aos 33 minutos. Alex Maranhão cobrou falta e Neto Baiano deu um toque contra o próprio gol. O gol contra igualou o marcador.

Com o fim da primeira etapa, o Criciúma foi crescendo na partida, apertando a saída do time alagoano. O Tigre tentou o segundo gol com bolas aéreas, mas a defesa cortou todas as tentativas. Com um minuto de acréscimo, o juiz sinalizou o fim do primeiro tempo com o placar de 1 a 1.

Segundo tempo

Sem nenhuma mudança, as equipes retornaram para segunda etapa. E o Criciúma voltou ofensivo, tanto que aos sete minutos converteu o gol da virada. Lucão acertou um belo passe por cobertura para Silvinho, que ajeitou a bola no corpo e chutou firme para o fundo do gol. Instantes depois, Neto Baiano chegou com perigo e de cara com Luiz perdeu uma boa chance de empatar o jogo.

Nos minutos seguintes, o CRB deu um sufoco no Criciúma, que tentava chegar com perigo através de contra-ataques. O Tigre permaneceu todo atrás do meio-campo, esperando por um erro do CRB. Aos 35 minutos, Lucão disputou com Tony na área, que levantou demais a perna e acertou o atacante. O árbitro marcou penalidade e, na cobrança, Silvinho tentou dar uma paradinha e bateu mal na bola. O goleiro Edson Kölln defendeu e a redonda ainda respingou no travessão.

O Criciúma conseguiu se fechar e segurar o placar com muita pressão do CRB, mesmo com o árbitro marcando cinco minutos de acréscimo.


Ficha técnica: CRB 1 x 2 Criciúma

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió).
Arbitragem: Dyorgines José Padovani de Andrade (ES), auxiliado por Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antônio Zanotti (ES).
Cartões amarelos: Flávio Boaventura (CRB), Tony (CRB), Adalberto (CRB). Maicon Silva (Criciúma), Lucão (Criciúma). Alex Maranhão (Criciúma).
Gol: 28’ 1′ T, Elvis (CRB). 32’ 1′ T, Neto Baiano (CRB, gol contra). 07’ 2′ T, Silvinho (Criciúma).

Criciúma

Luiz; Maicon Silva (Diogo Mateus), Nino, Edson Borges e Giaretta; Barreto, Ricardinho (Jocinei), Caique (João Henrique) e Alex Maranhão; Silvinho e Lucão
Técnico: Beto Campos

CRB

Kolln; Marcos Martins (Marion), Boaventura, Adalberto e Diego; Adriano, Ratinho, Elvis (Rodolfo) e Tony; Chico (Pablo) e Neto Baiano.
Técnico: Mazola Júnior

Com informações do portal Engeplus