Mais de 500 trabalhadores serão demitidos a partir do dia 31 de outubro da unidade da JBS Alimentos em Morro Grande. A informação sobre o encerramento das atividades na unidade foi comunicada ao Sindicato dos Trabalhadores na Alimentação nesta segunda-feira (22). Já as empresas de Nova Veneza e Forquilhinha não serão afetadas. O argumento é a crise econômica aliada ao impacto da operação Carne Fraca, que reduziu os negócios da empresa.

“Viemos acompanhando e tratando do assunto há 90 dias. A empresa já sinalizava o fechamento da unidade, mas acreditávamos que isso não aconteceria. Só temos que exigir que os direitos trabalhistas sejam honrados e pediremos a compensação aos trabalhadores e produtores de frangos integrados em função do fechamento”, conta o diretor do sindicato Célio Elias.

O pedido é que a empresa conceda um salário adicional a cada um dos demitidos e também repasse o montante de pelo menos duas produções aos integrados como indenização. Esta situação ainda está sendo discutido com a empresa, segundo Elias.

Somente da cidade de Morro Grande, o fechamento da unidade desempregará quase 400 pessoas. Atualmente são 740 colaboradores.
Quanto às unidades de Forquilhinha e Nova Veneza, o diretor explica que não serão afetadas pela crise. “São unidades de ponta e possuem um nível de qualidade em seus produtos muito grande, inclusive com grande contribuição econômica para o grupo”, comenta.

“Vamos tentar negociar o reingresso dos trabalhadores demitidos junto as outras unidades. Existe muito trabalhador querendo sair”, finaliza Célio.

Fonte: Sul In Foco