Uma das empresas que concorreu para realização do Concurso Público de Urussanga foi desabilitada durante a licitação. Segundo o prefeito municipal Gustavo Cancellier (PP), a empresa foi desabilitada na primeira etapa por não atender os pré-requisitos básicos em termos de documentação exigida para participar do processo.

Ouça com exclusividade a entrevista na íntegra: