Confira se a sua praia está boa para o banho

Foto: Wagner Dias Cascaes
- Publicidade -

A Fundação do Meio Ambiente (FATMA) divulgou, neste final de semana, o quinto relatório de balneabilidade do litoral de Santa Catarina. De acordo com os dados analisados houve um aumento dos pontos próprios para o banho, nas praias Catarinenses. No levantamento anterior os pontos bons somavam 129, já com as informações atuais temos 135 pontos liberados para um bom banho de mar.

Nos três destinos de maior concentração de veranistas de Urussanga, Cocal do Sul e Morro da Fumaça, tivemos o seguinte levantamento:

Em Jaguaruna foram analisados três pontos, na praia do Arroio Corrente (300 mts ao sul da foz do Arroio Corrente), na Lagoa do Arroio Corrente (na entrada de água do Chuveirão), no Canal do Camachoi (próximo a ponte). Os locais estão aptos para o banho.

No Balneário Rincão a verificação foi realizada em oito locais, na Lagoa dos Freitas (rua Camboriú-rpóximo ao salva vidas), Lagoa dos Esteves (próximo ao trapiche), na Lagoa do Faxinal (Parque Verde), Praia do Rincão (rua Paraná-Calçadão), na Praia do Rincão (rua Castro Alves), Praia do Rincão (rua Manoel José Magé),  Praia do Rincão (100 mts ao norte do Arroio), e na Praia do Rincão (Arroio da Praia do Rincão-no Arroio) este o local impróprio para utilização da água pelo visitante.

E em Laguna, dos sete locais analisados, dois pontos estão ruins para o banho. Foram coletadas amostras na Praia de Itapirubá (100mts do Costão Sul), Praia do Gi (em frente ao posto salva vidas), Praia do Mar Grosso (em frente ao emissário da Casan),  Praia da Teresa (no meio da praia), Praia do Cardoso (extrema esquerda da praia), e também nos pontos que estão impróprios: Lagoa de Cabeçudas (em frente ao Km 313 da Br 101) e na Prainha do Farol (na entrada da praia).

As amostras foram colhidas entre os dias 08 e 10 de janeiro de 2018, nas cidades de Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Balneário Rincão, Barra Velha, Biguaçú, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Governador Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Porto Belo e São José.

O estudo completo você encontra no site da FATMA, aquí.

COMPARTILHAR