Defesa Civil contabiliza mais de mil pessoas desalojadas e 155 desabrigados após chuvas em SC

Pessoas ficaram desalojados em Porto Belo (Foto: Reprodução/ NSC TV)
- Publicidade -

A Secretaria de Estado da Defesa Civil informou na manhã desta sexta-feira (12) que o número de desalojados no estado, ou seja, que sairam de casa preventivamente por conta das chuvas fortes entre quarta-feira (10) e quinta (11), chega a 1.710 pessoas.

De acordo com a Defesa Civil estadual, duas pessoas morream e dois estão desaparecidos.
As mortes foram de um homem em Florianópolis e de uma menina em São João Batista. Decretaram situação de emergência por causa das chuvas os municípios de Florianópolis, Porto Belo e Itapema.

O último boletim foi divulgado às 7h desta sexta. Ainda de acordo com o órgão, não há novas ocorrências nesta manhã de sexta, são apenas atualizações da situação até quinta-feira, após repasse de informações das prefeituras.

Casa foi derrubada pela força da água da chuva (Foto: Bianca Ingletto/NSC TV)

Até as 21h de quinta, o órgão apontava 485 pessoas desalojadas. Segundo a Defesa Civil, o aumento para mais de mil se dá, principalmente, pelas pessoas que tiveram que sair de casa na capital catarinense.

O número de desabrigados também aumentou. Antes eram cinco contabilizados. Nesta manhã, já 155 estão em abrigos.

O número de afetados pelas chuvas e cidades atingidas permanecem os mesmos: 3.751 pessoas e 21 municípios.

Lagoa da Conceição também foi afetada pelas chuvas na capital. (Foto: Eveline Poncio/NSC TV)
COMPARTILHAR