Falta de obras deixa Serra do Rio do Rastro com risco de deslizamento a qualquer hora, diz Defesa Civil

Rochas obstruem passagem na Serra do Rio do Rastro (Foto: PMRv/Divulgação )
- Publicidade -

Um dos principais atrativos turísticos de Santa Catarina virou um risco para 3 mil motoristas que passam pela Serra do Rio do Rastro, principal ligação entre o Sul do estado e o Oeste catarinense, todos os dias. Apesar das mais de 280 curvas, o maior perigo é uma rocha deslizar na pista a qualquer momento, o que já ocorreu várias vezes.

A Coordenadoria Regional da Defesa Civil de Criciúma, no Sul do estado, diz que está preocupada e enfatizou a necessidade de obras no local, como mostrou o NSC Notícias desta quarta-feira (10).

Na terça (9), a Serra do Rio do Rastro registrou mais um deslizamento em Lauro Müller, no Sul do estado. A SC-390 precisou ficar interditada por seis horas. Ninguém ficou ferido. A Secretaria de Estado de Infraestrutura afirmou que obras para tentar conter os deslizamentos devem começar no final de março.

COMPARTILHAR